Páginas

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Sapinho e agora????



Ola meninas tudo bem com vcs?

Aqui tudo sobre controle...rs

Desde de quando a Esther nasceu a lingua dela ficou esbranqueçada como sou um pouco chata...rs achei que era resto de leite procurei sempre limpar com fraldinha úmida no fim de todas as mamadas. Ela ficava muito brava gritava, quando me deu conta foi aumentando e a placa branca já estava em toda língua, debaixo da língua, e nos lábios inferiores, ela foi perdendo a vontade de mamar, fiquei preocupada como diz aquele ditado de medico todo mundo tem um pouco, uma colega olhou na boca da minha bebe disse que era sapinho e que era pra pegar uma gaze com bicarbonato e passar na boca dela, pensei comigo se fizer isso vai arder fora o gosto ruim do produto. Como mãe de primeira viagem e mesmo sendo excesso de cuidado resolvi leva-la em um pediatra quando ele olhou a boquinha dela disse que aquilo não era um sapinha e sim um brejo cheio de sapos...rs tadinha da minha bebe, ele receitou um medicamento antifúngico e me ensinou corretamente como usar o bicarbonato, e o que devo passar nos seios tbém a solução com o bicarbonato porque o sapinho passa para o seios tbém causando rachaduras e tudo mais. pasmei mandaram passar violeta na boca da menina..kkk

Graças a Deus a boquinha dela esta voltando o normal e já esta conseguindo mamar. O pediatra pesou minha lindinha ela já esta com 3900k com 27 dias de vida e 51 cm, pra quem nasceu com 2890k acho que ela esta bem na foto ...kkkkkk

Bom mamães deixarei um artigo mais detalhado sobre o sapinho e algumas dicas...


bjs


Sapinho (candidíase oral) em bebês





Meu bebê está com placas brancas dentro da boca. O que pode ser isso? 



Pode ser sapinho, uma infecção pelo fungo chamado Candida albicans. Aparecem manchas brancas na parte interna da bochecha, no céu da boca e às vezes na língua do bebê. É um problema mais comum em bebês de até 2 meses de idade, mas pode aparecer em crianças mais velhas também. 



O fungo está presente no sistema digestivo de todo mundo, mas, quando há um desequilíbrio, essa presença se transforma em infecção. Os principais causadores desse desequilíbrio são mudanças hormonais ou o uso de antibióticos -- seja pelo bebê ou pela mãe, no caso de criança que mama no peito



Como saber se é mesmo sapinho? 



Se houver uma camada branca na língua do bebê, e em nenhum outro lugar, provavelmente é apenas resto de leite. As lesões da candidíase oral são mais comuns nas laterais da boca, e às vezes doem bastante. O primeiro sinal pode ser o fato de o bebê chorar quando mama ou quando chupa a chupeta. Outras vezes, porém, o bebê pode não dar grandes indicações de dor ou irritabilidade, mas o aleitamento fica prejudicado. 



Caso você desconfie que seu filho está com sapinho, procure as placas brancas características do problema. Lave bem as mãos, cubra o dedo com uma gaze e toque numa das lesões, para ver se ela sai. Muitas vezes ela não sai, mas, se sair, deixará uma área bem vermelha no local onde estava, e pode sangrar um pouco. 


Como se trata a candidíase oral? 



Consulte o pediatra se achar que seu filho está com sapinho. Ele pode receitar um medicamento antifúngico. A infecção leva até uma semana para ir embora. Às vezes os médicos recomendam a aplicação de uma pomada antifúngica nos mamilos da mulher caso ela esteja amamentando, para que a infecção não fique passando do bebê para a mãe e da mãe para o bebê. 

Há alguma coisa que eu possa fazer para meu bebê não pegar sapinho? 



Há bebês que simplesmente são mais suscetíveis que outros à ação do fungo. Há quem acredite que o problema seja causada pelo uso de chupetas ou de mamadeira; outros acham que a culpa é de sujeira no bico da mamadeira; para outras, ainda, o problema é causado pelo uso de chupetas ou bicos de mamadeira grandes demais para a boca do bebê. Mas bebês que só mamam no peito e que não usam chupeta também podem apresentar a candidíase oral. 



Alguns especialistas recomendam que se dê um pouco de água filtrada e fervida para o bebê (fria ou em temperatura ambiente) depois de cada mamada, para eliminar os resíduos de leite. A esterilização frequente de chupetas e mamadeiras também pode ajudar. 




Os médicos também orientam as mães que amamentam a deixar os mamilos tomarem um pouco de ar entre as mamadas para evitar a micose, e a medida é especialmente importante quando já se está com a infecção -- a umidade é o ambiente ideal para a proliferação dos fungos. 




Fique alerta para a candidíase se o bebê estiver tomando antibióticos -- e você também, no caso de amamentar. Os antibióticos matam as bactérias ruins, mas também as boas, que existem naturalmente no corpo. Isso pode favorecer o surgimento da infecção por cândida. A candidíase também pode ser vaginal, nas mulheres, além de afetar o bico do seio. 


O sapinho é perigoso? 



Não. O maior problema é a boca do bebê doer demais e ele não conseguir mamar, o que pode levar à desidratação. Nesses casos, o médico talvez receite uma dose de analgésico como o paracetamol para controlar a dor. 



Você também precisa avisar o médico se a candidíase não estiver melhorando com o tratamento, ou se o bebê tiver febre de mais de 38 graus, o que pode indicar algum outro tipo de infecção. 




Embora não tenha maior gravidade, a candidíase é muito doída, em todos os sentidos. É difícil ver o bebê com fome e chorando de dor para mamar. O consolo é que ela costuma passar rápido. Mime seu filho e siga direitinho as recomendações do médico para o controle da dor. 




E mantenha o tratamento pelo tempo recomendado, mesmo que as lesões já tenham melhorado. Senão o problema pode voltar, e ninguém quer que isso aconteça.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Ixiii e agora minha Esther não arrota

Oi Meninas!!!

Minha bebe esta linda crescendo cada vez mais e ficando gordinha ...kkkk as cochinhas dela já da voltade de morder de tão gostosa que está.

Nossa dilema está sendo nas mamadas ela mama a prestação principalmente de madrugada estou ficando acordada com ela umas boas horas...rs 


E quando ela termina de mamar começa o meu pesadelo porque não e em todas as manadas que ela arrota, ai depois de ouvir varias coisas sobre isso que precisa arrotar, se não arrotou porque ela não esta satisfeita, e muitas outras coisas, resolvi fazer uma pesquisa sobre o assunto e as informações veio de encontro com o que a pediatra disse no dia da alta hospitalar, que nem sempre mesmo ela iria arrotar e segue abaixo as explicações.

Vou deixar essa fotinho dela a primeira vez que ela colocou vestido ficou uma boneca...kkkk


Meu bebê deve ou não arrotar?

O assunto arroto sempre permeia as rodas de conversas das mamães que normalmente têm muitas dúvidas em relação ao tema. Será que realmente o bebê deve arrotar? E se não arrotar, tem algum problema? Até quando eu tenho que colocar meu bebê para arrotar?
Realmente essa questão gera alguns pontos de interrogação, já que as mamães não conhecem o motivo que faz do arroto um cuidado importante no dia-a-dia de um bebê. Aproveitando, mamãe: você sabe como surge o arroto? É válido o bebê arrotar? Bem, vamos lá...
Quando o bebê está mamando, seja no peito ou na mamadeira, geralmente há uma ingestão de ar, isto é, o bebê engole ar.
Isso ocorre principalmente em bebês que mamam em mamadeira, pois a anatomia entre o peito da mãe e a boca do bebê é perfeita, se encaixando de uma forma que dificulta a entrada de ar se mamãe e bebê estiverem em posição correta.
Já o encaixe do bico da mamadeira e a boca do bebê não é tão perfeita assim, facilitando a entrada de ar.
O ar entra até o estômago do bebê que é mais leve que o leite e por isso tende a voltar. Quando o ar volta é o que conhecemos por arroto, que pode vir acompanhado de uma pequena quantidade de leite, a regurgitação.
Por normalmente o arroto vir acompanhado de uma regurgitação, o bebê que estiver deitado de costas ou de bruços no berço pode aspirar o leite que voltou e se asfixiar.
Portanto, a questão se deve arrotar ou não é relativa. Caso o bebê mame sem problema (sem entrada de ar), não existe a necessidade de esperar um arroto.
Arroto contra cólicas - Outra conseqüência do bebê que engole ar e não arrota são as cólicas. Com o estômago cheio de ar e o sistema digestivo ainda imaturo, aparecem as terríveis cólicas. Os bebês choram muito e nada os consolam.
O arroto é uma forma de tentar evitar que as cólicas apareçam. Fazer massagens na barriga e exercícios tipo bicicleta no bebê de barriga vazia são maneiras de fazer com que o bebê elimine os gases e também evitar as cólicas.
Depois da mamada, a mamãe deve colocar seu bebê na posição vertical com a cabeça no seu ombro e a barriga encostada no peito. O arroto aparece até os dez primeiros minutos, às vezes, pode demorar um pouco mais.
Posições ideais para o bebê - A mamãe não deve se preocupar caso seu bebê não arrote. Provavelmente a mamãe não ouviu o arroto, que nem sempre vem com barulho, ou o bebê não engoliu ar durante a mamada e, portanto, não tem ar para sair, não havendo o arroto.
Se a mamãe estiver com muita pressa ou tem um compromisso que a impeça de colocar seu bebê para arrotar, é melhor que coloque o bebê deitado de barriga para cima. (A posição em que o bebê deve ficar deitado foi, é e continuará sendo alvo de vários estudos. Atualmente a posição "de barriga para cima" é aconselhada como a mais segura. Clique aqui e leia mais sobre esse assunto.)
Uma das melhores posições para que o bebê não engula ar durante a amamentação é aquela em que o bebê fica com a cabecinha apoiada na volta de dentro do cotovelo da mamãe, barriga encostada com a barriga da mamãe e de boca bem aberta abocanhado a maior parte da aréola do seio da mamãe.
Colocar o bebê para o arrotar deve ser um cuidado por pelo menos até o sexto mês de vida do bebê onde o sistema digestivo do bebê já está bem mais maduro.


Dicas
Coloque o bebê na posição vertical com a cabecinha no seu ombro e se precisar dê uns tapinhas bem levinhos nas costas para estimular o arroto.
Ao colocar o bebê no berço sempre coloque-o de barriga para cima mesmo que ele tenha acabado de mamar e não tenha arrotado.
O arroto não está associado à saciedade do bebê. Se o bebê mamar corretamente, sem engolir ar, não tem motivo para forçar um arroto.



segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Como se livrar das cólicas

Meninas meu Deus!!!!
Chorei junto.... kkkk

Minha bebe sempre quieta só chorou quando nasceu e derrepente um choro de desespero, e nada calava esse bebe gostoso o fantasma da cólica. Deus de tantas massagens e fralda quente na região ela se acalmou e mamou mais um pouco e agora dorme como um anjo. Mas deu dó de ver a pequena chorando e me sentindo impossibilitada de fazer mais pra aliviar a dor da minha pequena. O papai pediu para Deus tirar a dor dela e passar pra ele...kkkk tadinho.

Vou deixar um artigo sobre cólicas....

bjs


As mamães ficam desesperadas quando seus bebês choram compulsivamente e não há nada que os faça acalmar. Não é fome, pois ele mamou quase agora e não aceita o peito, nem fralda suja, já que acabou de tomar banho. Mamãe, isso pode ser cólica, algo normal e esperado.
As cólicas são comuns em bebês desde o nascimento, principalmente depois dos 15 dias, seguindo até os três meses de vida, normalmente ocorrem no mesmo horário. Raramente acontece em bebês com mais de seis meses de idade.

É uma sensação nova para o bebê e dói muito. O choro de cólica é estridente. Observe as seguintes características: o bebê fica inquieto, com rosto vermelho, fazendo caretas, se contorce e encolhe as perninhas até a barriguinha.
A cólica acontece por imaturidade do sistema digestivo do bebê. Essa imaturidade faz com que as paredes intestinais se contraiam e relaxem sem controle e isso pode resultar em gases e levar à cólica.

Causas - Outro motivo seria que agora o intestino está recebendo alimento e a digestão acelera seu funcionamento, provocando as cólicas. O movimento do intestino também precisa de um tempo para amadurecer e se coordenar.
O intestino do bebê é preparado para receber só o leite materno até os seis meses de vida. Esse leite pode acarretar em cólicas porque faz o intestino do bebê funcionar para digeri-lo.
Se o bebê receber outro tipo de alimentação nesse período, as cólicas podem ser piores, pois a digestão é mais difícil e requer maior trabalho do intestino. A fermentação do leite e de outros alimentos causa gases e é outro fator de cólicas.
A tensão ou o estresse do ambiente pode deixar o bebê tenso e agitado, acentuando a cólica. Pode verificar que as cólicas geralmente ocorrem ao fim do dia quando todos estão mais cansados. Se a mamãe fica nervosa, o bebê sente essa ansiedade e insegurança, por isso a mamãe tem que tentar ficar o mais tranqüila possível e passar segurança para o seu bebê com muito amor e carinho.

Recadinhos importantes - O bebê pode engolir ar quando amamenta ou se alimenta. Engolir ar aumenta as dores por gases. Uma dor por gases pode ser a pior dor que seu pequeno já sentiu, por isso o choro que não cessa por nada. É importante colocar o bebê bem inclinado para se alimentar, arrotar após as mamadas e colocá-lo para dormir de lado.

Além da posição para alimentação e colocar o bebê para arrotar, há outras maneiras de prevenir a cólica. Fazer compressas mornas na barriga do bebê como colocar uma fralda aquecida ou bolsa com água morna (verifique a temperatura para não causar queimaduras), fazer ginástica com as perninhas do bebê como se ele estivesse "pedalando" e massagear a barriga do bebê com as mãos aquecidas com movimentos circulares durante 2 minutos, todos de 4 a 5 vezes por dia ajudam o bebê a não ter cólicas ou aliviar a dor na hora das crises.

Para evitar o estresse, procure manter o ambiente calmo e quieto enquanto alimenta o bebê ou nos horários mais freqüentes da cólica e descubra formas de confortá-lo, cada bebê se sente seguro e amado do seu jeito.

Não é cientificamente provado que a alimentação da mamãe pode dar cólica no bebê que amamenta. Mas há muitos relatos de mães sobre isso. Fique atenta se perceber que quando come algum tipo de alimento seu bebê tem cólica. Evite esse alimento pelo menos até os três meses de vida do seu bebê. Os agressores mais comuns são laticínios, chocolate, cafeína, melão, pepino, pimentão, frutas e sucos cítricos e alimentos condimentados.

Na hora da crise o calor ajuda na liberação dos gases que provocam a cólica. Colocar o bebê barriga com barriga com você com as perninhas encolhidas, de barriga no seu antebraço, uma bolsa térmica com água morna na barriga do pequeno ou massagear a barriguinha ajudam na eliminação da dor.
Como os homens têm a temperatura do corpo um pouco mais elevada que as mulheres pode ser que as cólicas se resolvam mais rápido quando o bebê é colocado na barriga ou no antebraço do papai ou quando é o papai que faz as massagens.


Nada de chá - Não faça uso de chás para resolver o problema. O chá pode provocar ainda mais cólica já que o intestino do bebê ainda está imaturo. Ou o chá simplesmente por ter um efeito calmante faz seu bebê dormir, mas não resolve a cólica. Só use remédios com prescrição médica.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Ufaaa demorei mais cheguei...rs

Oiii 

Minha vida esta uma correria que só ...rs Minha filha crescendo cada vez mais e linda ...kkkk (mamãe coruja ...rs) Estou muito feliz ela e a minha alegria mesmo que só dorme ainda não esta fazendo suas gracinhas, mas já fazem 19 dias que estamos com a Esther e cada vez que fico namorando minha boneca vejo como Deus foi poderoso em nossas vidas. Desde os 12 anos por causa da SOP sempre ouvi que seria difícil ser mãe ainda mais com uma trompa, devido uma cirurgia que fiz pra retirada de cisto retiram uma. Mas Deus foi perfeito nos Marcou com a promessa dele e foi fiel em nossas vidas.

Na quarta achei que ela estava muito amarela levei no pronto socorro e o médico me tranqüilizou, disse que a fase preocupante da icterícia já passou e só pediu para manter os banhos de sol. A Esther para ser igual aos outros bebes já fazem 2 noites que não o que é dormir ...kkkk a danadinha acorda para mamar e mama a prestação e nessa brincadeira eu fico acordada por cerca de 3 a 4 horas...rs

Estou muito doida da vida fiz algumas encomendas em setembro com uma moça Fraldas pintadas (Atelie sonhos encantados) só que de sonho encantado virou pesadelos tudo lindo perfeito e maravilhoso, gente ela prometeu a entrega dia 20/12 como estava previsto a nascimento da Esther para o dia 3/01 fiquei tranqüila pois ia dar tempo de chegar e até mesmo levar as coisas para maternidade, hoje e 22/01 ela ainda não me entregou, e na semana que prometeu a entrega ela sumiu não deu uma satisfação e agora não quer devolver o dinheiro e vive inventando mentiras... enfim minha filha nasceu e não recebi as coisas.

Bom é isso meninas!!!!

Vai umas fotos recentes dela, e um lindo vídeo que o papai fez pra ela confesso que chorei até ...kkkk



Bjs meninas

Olha como minha Esther esta lindaaaaa






quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

1ª Consulta no Pediatra

Ola meninas

Hoje o nosso dia começou daquele jeito ...kkk
Pela manhã passei a bb no pediatra e eu fui tirar os pontos.

A Esther brigou comigo, fez bico porque acordei ela cedo ela odeia que fica mexendo nela faz um bico que só por Deus ...kkkk Ai estávamos atrasados para irmos ao médico começou o chororo e ela não e de chorar porque queira mamar, ai o papai colocou a chupeta na boca dela (confesso que não gostei ...rs) mas não teve jeito pelo menos ele conseguiu deixa-la quieta por algumas horas.
Nossas noite são tranqüilas ela acorda uma vez só para mamar e dormeee gostoso.

A Esther linda engordou 200 grs com 10 dias de vida, só fiquei um pouco triste porque ela esta com um pouco de icterícia e nada de sol pra colocar a minha gatinha. Nossa me deu só quando a dra. Pediu para tirar toda a roupa dela, com o ar condicionado ligado ai começou o chororo de novo ....kkkkk mas foi tudo tranqüilo e ela esta bem.

Passei no GO tirei os pontos que inflamou um pouco mas esta tudo sobre controle. Enfim estamos bem graças a Deus.

E vai mais fotos 







terça-feira, 11 de janeiro de 2011

8 Dias depois....rs


Olá meninas!!!

Demorei a vir aqui postar mais estou viva...kkk
É uma correria que só ...rs gente minha bebe é linda estou me recuperando bem da cesaria, a bebe nasceu com 2890k e com 46,5 cm tão pequena que parece uma bonequinha..kkkk nem preciso dizer que fico babando né estou amando a cada segundo, minuto que passo com ela, principalmente a amamentação bom esta tudo lindo e perfeito e assim que tiver folga passarei pra dar noticias da minha bebe.

Vai algumas fotos da Esther









terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Esther Nasceu!

Pessoal, aqui é o papai.


Venho informar que nossa tão sonhada filha já esta no mundo e nos trouxe felicidade e mais vontade ainda de viver pois agora temos uma pequena pessoa que vai depender de nós para tudo... Estamos no hospital e já temos muito o que contar, hoje a mamãe já tomou seu primeiro banho e está deitada em seu leito a bebê acabou de sair para também tomar banho e eu estou aqui ainda sem banho rs, vou em casa trocar de roupa e tomar um banho para voltar e ficar corujando minha filha rs.... abaixo foto e vídeo do primeiro dia.